Aguarde, carregando...

Anuncie
aqui!

Você vê!

Todo mundo vê!

Imagem

Acusado de “homofobia” Pastor diz que não abre mão da Palavra

 Acusado de “homofobia” Pastor diz que não abre mão da Palavra
Joel Cardoso de Almeida
Por: Joel Cardoso de Almeida
Dia 17/05/2022 21h21

Pastor da Igreja Presbiteriana Renovada reafirmou princípios bíblicos.

O pastor Jeter Josepetti de Andrade, da Igreja Presbiteriana Renovada, em Aracaju, Sergipe, se manifestou nesta segunda-feira (16) sobre a acusação de “homofobia” levantada por dois homossexuais, depois que a igreja se recusou a batizar um deles, por seguir princípios Bíblicos.

“Em um dos cursos da nossa igreja chamado ‘Primeiros Passos’, onde nós começamos a ensinar verdades básicas sobre a Palavra de Deus. Na terceira lição, nós falamos sobre família e sexualidade, o que nós acreditamos de acordo com a palavra de Deus. Todos são muito bem-vindos à Família Renovada, mas nós não abrimos mãos dos princípios e valores da Palavra de Deus”, disse no Instagram.

Ao comentar sobre o caso, o pastor lembrou que a Constituição Federal garante a liberdade de crença religiosa, rebatendo a acusação levantada pelo fotógrafo João Pedro Poderoso, que vive um relacionamento homossexual com o cabeleireiro Jadson Santana.

A igreja teria realizado uma cerimônia de batismo nas águas e o frequentador homossexual tentou ser batizado, mas seu nome não foi incluído na lista de pessoas preparadas para a cerimônia, já que mantém a relação homossexual.

O pastor evitou comentar sobre a caminhada de fé de João Pedro, assim como o impedimento ter acontecido poucos minutos antes do ato religioso. Segundo o fotógrafo, o batismo foi cancelado quando ele aguardava ser chamado para a cerimônia.

“Eu fui chamado por um líder e levado a uma sala, onde ele me informou que o pastor gostaria de falar comigo e chegando lá, ele me informou que eu não poderia ser batizado porque eu era homossexual e casado com outro homem. Sendo que toda a igreja sabia do meu relacionamento com o meu esposo, eu já frequentava a igreja há um ano. Não era novidade o nosso relacionamento”, disse.

Pecado
De acordo com a Bíblia, a prática homossexual é considerada pecado, sendo necessário o arrependimento para perdão divino e uma mudança de vida, um compromisso que é tornado público através do batismo.

A visão bíblica das igrejas aponta como desvio do propósito original da criação da humanidade relacionamentos homossexuais, já que Deus criou homem e mulher para viverem o relacionamento conjugal, conforme reafirmado por Jesus Cristo (Mateus 19:4-6).

Na Bíblia, a prática é apontada como pecado em diversas passagens, tanto no Antigo Testamento, como também no Novo Testamento (Levítico 18:22; 1 Coríntios 6:9-11; Romanos 1:21-27; 1 Tessalonicenses 4:3-5).

Fonte: Gospel Prime